sexta-feira, 26 de março de 2010

Bip... bip... bip.... bip... bip... bip... bip... bip...


Mais espremida que uma uva passa. Quem se chegar bem próximo consegue ouvir o que resta do meu cérebro...
Já não mordo. É um pacto.

1 comentário:

Corset disse...

e fazer uma pausa?;)