segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Salitre e cheiro a maresia #2


A propósito disto lembrei-me de que sou uma coscuvilheira sem cura à vista quando o assunto é tentar bisbilhotar o que lêem as pessoas na praia. Proliferam muitas revistas em vários tons sendo que na maioria dos casos não se foge muito ao rosa e livros, embora poucos, lá se vão vendo alguns. Confesso que gosto de apreciar as capas e as contracapas. Enervam-me as imagens bucólicas com meninas-mulheres de cabelos soltos a correr pelos campos. Por norma essa embalagem traz um novelo de desgraças que acaba em final feliz.
Ao cabo de muitas manhãs e tardes de praia só houve um livro que me despertou curiosidade - o da imagem. Gostei das cores, primeira coisa que vi, estiquei-me e torci-me da forma mais discreta que pude para ler o título e, a avaliar pelo ar compenetrado da senhora que o lia, o livro mereceu-me uma breve pesquisa. Já está na lista de títulos a adquirir / requisitar na biblioteca.

2 comentários:

AVOGI disse...

nao conheço, mas nunca é tarde para sermos apresentados
kis .=)

Menos disse...

Eu tb acho que encontros com livros nunca são demais :) **